O BRASIL POSSUI UMA DAS SEIS MAIORES POPULAÇÕES CARCERÁRIAS DA AMÉRICA LATINA

A América Latina passou a ocupar grande destaque no ranking do World Prison Brief (WPB) que elencou as prisões com populações acima da capacidade populacional. Dentre esses países, destacam-se o Haiti, Guatemala, Granada, Peru, Honduras e Brasil. De acordo com os especialistas, apesar do número de prisões ser um fator considerável para o alto congestionamento populacional, os fatores que incidem nesse problema podem ser diversos e específicos de cada nação da América Latina.

Contudo, podemos traçar alguns paralelos que assemelham aos problemas de justiça e sua lentidão no processo que faz com que o acusado seja preso por um longo período sem que haja condenação. O alto número de presos por tráficos de drogas que no Brasil correspondem a 30 % dos encarcerados, bem como o aumento de facções dentro e fora das penitenciárias. No Brasil, esse aumento populacional influencia no aumento das facções que passam a fugir do controle da administração prisional por conta da alta quantidade de presos em sua estrutura.

Para mais informações, acesse o link da notícia: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2021/10/12/onde-ficam-as-prisoes-mais-superlotadas-da-america-latina.htm


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo