top of page

Nova delação revela participação que resulta em prisão e novas investigações no caso Marielle Franco


Na última segunda-feira, 24 de julho, um acordo de delação premiada resultou na prisão de Maxwell Simões Corrêa, suspeito de participação no homicídio da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. O acusado já havia sido condenado por atrapalhar as investigações e estava cumprindo a pena em seu domicílio até o momento. Além dele, outros dois acusados estão presos, o ex-policial reformado Ronnie Lessa e o ex-policial militar Élcio Queiroz. Ademais, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, envolvendo o caso. A Polícia Federal está investigando e realizando as medidas cabíveis para aprofundar as investigações e solucionar o caso. A irmã da vítima, Anielle Franco, atual ministra no governo Lula, manifestou apoio e confiança na investigação realizada pela PF.


Para mais informações:


15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page